quinta-feira, 1 de março de 2012

Radical

Mãe, por que tinhas de ser minha?
Nem tu me mereces como filho.
Nem eu a ti como mãe.


Sem comentários:

Enviar um comentário